Entrevista: Rafael Zenni
Por: Renato Dalzochio Jr
Em 25/05/2016
Paulista está tentando uma vida nova no motocross dos EUA. Conversamos com ele sobre esta importante mudança

Há três semanas o paulista Rafael Zenni, um dos melhores pilotos do motocross brasileiro no final dos anos 90 e início dos anos 2000 (leia aqui a entrevista que ele concedeu ao Cross Clube Brasil para a sessão “Perfil do Privado”, em novembro do ano passado), optou por uma mudança radical de vida. Ao lado da esposa Amanda, Zenni arrumou as malas e partiu em busca de uma vida melhor nos Estados Unidos. Com a ajuda de um amigo de longa data, ele vai ministrar alguns cursos entre outras atividades ligadas ao motocross. Nesta semana batemos um papo com ele, para saber mais detalhes sobre a sua nova rotina nesta importante mudança. Confira na entrevista a seguir.   

 

Há quanto tempo você está nos Estados Unidos e como surgiu a oportunidade de tentar uma vida nova na Terra do Tio Sam?

Estou no EUA há três semanas. Vim para cá porque não vivo sem motocross, correr no Brasil está muito carro e os patrocinadores que realmente valem a pena estão apoiando somente os pilotos gringos.

 

Ficamos sabendo que você saiu daqui com alguns acertos com o seu amigo Nate, que trabalha na Temecula Motorsports, em Murieta. Você vai ajudar a treinar alguns pilotos, ajudar na loja... conte mais detalhes sobre o que você vai fazer e como será sua rotina por aí

O Nate Schrock é um amigo de longa data e quando surgiu a ideia de vir para cá ele se propôs a me ajudar no que fosse preciso. Atualmente estou trabalhando com o pessoal da pista Sunrise (http://www.ridecemx.com/), dando cursos de motocross no local. Pra mim está sendo perfeito, pois estou fazendo o que mais gosto e estou aprendendo demais todos os dias.

 

O pessoal da pista é extremamente profissional, são ótimas pessoas. O Marc, que é o proprietário, está me ajudando demais e o Andy, que é o cara que mexe nas pistas, está me dando “aula” de como fazer uma verdadeira pista de motocross.

 

Você está morando em qual cidade?

 Menifee, California

 

Vai arriscar alguns treinos e corridas de vez em quando também ou vai somente treinar pilotos?

Sim, estou me preparando para disputar algumas corridas regionais e se tudo der certo, vou participar do Mundial de Veteranos em Glen Helen.

 

Pelo visto a intenção é ficar nos Estados Unidos. O que te motivou a tomar uma decisão tão radical? O momento delicado que o Brasil vive no cenário político e econômico (que infelizmente se reflete no nosso motocross) foi uma das tuas motivações?

Sim, o Brasil vive um momento delicado e o motocross está ainda pior para os pilotos brasileiros. Hoje, em um gate, têm mais piloto gringo do que brasileiro e as pessoas não entendem que não e fácil brigar por vitória sem patrocínio. No Brasil é muito caro se manter no esporte. O motocross no Brasil só melhorou perante a mídia, para os pilotos brasileiros infelizmente a história e outra.

 

Não faz muitos meses que você se casou. Como sua esposa encarou essa mudança? Foi fácil conversar sobre este assunto com ela?

Na verdade decidimos isso juntos. Antes de nos casarmos ela já trabalhava comigo e cuidava do escritório do CT. Nosso CT estava bom, mas chegamos a conclusão que andar de moto no Brasil para mim não seria mais possível, pois as motos e peças dependem do dólar, que está alto demais e isso deixa tudo muito caro.

 

Zenni, muito obrigado pela entrevista. O espaço está aberto para as suas considerações finais.

Eu quero dizer que assim como no Brasil, aqui também estou de portas abertas para receber alunos ou fãs do esporte que querem conhecer pistas, ir nas corridas e participar do mundo do cross nos Estados Unidos.

 

Também queremos aproveitar e te convidar a ter o seu próprio blog aqui no Cross Clube Brasil, contando mensalmente as novidades do motocross aí nos Estados Unidos para os nossos leitores, você topa?

Com certeza! Muito obrigado pelo convite e espero poder trazer ótimas novidades.

VEJA TAMBÉM:
Situação difícil para Joel Roelants
Em 07/07/2014
Piloto belga passou por duas cirurgias bem sucedidas na coluna, mas ficou com sequelas na medula espinhal
Vídeo: AMA SX em Arlington na íntegra
Em 22/02/2016
Assista na íntegra as vitórias de Cooper Webb e Ken Roczen na sétima etapa, disputada no último sábado (20)
Borilli domina Gaúcho de Velocross em Santana do Livramento
Em 03/11/2014
Pilotos da equipe foram os principais nomes da 6ª etapa, com cinco vitórias e outras três aparições no pódio
COMENTÁRIOS
Publicidade
211 Bikes MXGP Live
Copyright © 2013 CROSSCLUBE BRASIL. All rights reserved.